terça-feira, 2 de novembro de 2010

Graham's Vintage 1977

O objectivo era claro: provar este Porto, um Graham's 1977, um vintage com fama de grande qualidade e que desde que repousava na garrafeira que esperava por uma desculpa para ser bebido.
Pensou-se num jantar. Sucederam-se marcações e desmarcações, parecia que nunca mais se chegava a consenso entre os membros do blog.
Foi finalmente neste ultimo fim de semana, e não desiludiu as espectativas.

Avançando para o vinho, que é o que interessa.
Revelou complexidade enorme, com um nariz muito sedutor em que os aromas a fruta, especiarias, chocolate e mais um sem número de pequenas coisas se misturavam.
Na boca continuava sedutor, grande equilíbrio e complexidade e um final interminável. Para este vinho é difícil descrever com exactidão tudo o que passava pelo nariz e boca.
Só sei que chegou ao fim com grande pena por não haver mais.

Foram bebidos outros vinhos ao jantar, sempre a um nível de qualidade alto, mas a estrela da noite foi definitivamente o Graham's.

Segue a lista dos outros vinhos bebidos:
- Omlet 2005
- Aalto 2000
- Terra d'Uro 2006
- Quinta da Pellada Reserva 2006

Destes é difícil destacar qual o melhor. Elegância e equilibrio do Terra d'Uro e do Pellada.
Mais corpo, acidez e fruta no Omlet, e o prazer de um vinho mais velho e complexo com o Aalto. Todos foram uma boa introdução para o Graham's.

Em conclusão, um belo jantar, que não acontece todos os dias.

Carlos Amaro

1 comentário:

Mário Rui disse...

E já agora cabe-me agradecer o convite e a magnifica hospitalidade demonstrada pelo Carlos e respectiva Senhora.